Claudio Willer, poeta, tradutor e ensaísta, morre aos 82 anos | PublishNews

O poeta, tradutor e ensaísta Claudio Willer morreu na sexta-feira (13) aos 82 anos em São Paulo, em decorrência de um câncer. Ele estava internado em um hospital da zona sul e vinha há alguns meses lutando com problemas de saúde. Especialista em literatura beat e estudioso de escritores surrealistas, Willer marcou uma geração de poetas ao traduzir e apresentar no Brasil nomes como Jack Kerouac e Allen Ginsberg, além de outros transgressores como Artaud e Lautreamont. Ao lado de nomes como Roberto Piva e Eunice Arruda, consolidou ele mesmo o que depois foi chamado de geração 1960, a partir de livros como Anotações para um apocalipse (Massao Ohno), publicado em 1964. Entre seus outros livros estão Os rebeldes (L&PM, 2014) – em que Willer aborda a dimensão mística e revela a história dos escritores da geração beat, inspirados nos escritos de William Blake, Arthur Rimbaud e W.B. Yeats – e Dias ácidos, noites lisérgicas: Relatos (Editora Córrego, 2020) – um livro sobre as experiências literárias e vivências “psicodélicas e xamânicas” do poeta, contemplando parte da história da poesia beat no Brasil. Clique no Leia Mais para ler a nota na íntegra.

Continuar leitura em Claudio Willer, poeta, tradutor e ensaísta, morre aos 82 anos…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: