Literatura e direitos indígenas em novo romance de Frei Betto – Revista Bula

“Tom Vermelho do Verde” (Rocco, 2022), oitavo romance de Frei Betto, é baseado em eventos históricos. Romances históricos costumam ter cada vez mais apelo comercial, uma vez que acumulam dupla função: a de entreter e a de informar. Além disso, o romance histórico contemporâneo propõe, na maioria das vezes, um ponto de vista periférico, isto é, uma história paralela aquela proposta pela historiografia oficial O romance de Frei Betto surge como uma possibilidade de denúncia contra o extermínio discursivo dos indígenas.

Continuar leitura em Revista Bula…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: