O Retrato de Dorian Gray, da ficção ao tribunal – Revista Bula

É um movimento quase orgânico. Quando ficções literárias se popularizam, ultrapassam as fronteiras de lombadas e bibliotecas. Espraiam-se por telas de televisão e cinema, palcos de teatros e cultura pop. Somente na literatura clássica gótica, posso citar “Drácula”, “Frankenstein” e “O Médico e o Monstro”. Quando ficções literárias se popularizam, ultrapassam as fronteiras de lombadas e bibliotecas.

Continuar leitura em Revista Bula…

Um comentário em “O Retrato de Dorian Gray, da ficção ao tribunal – Revista Bula

  1. Para lhes dizer em verdade, já tive este livro em minha estante e doei à biblioteca do presídio no Tocantins. O recebi no pacote do antigo Clube do Livro, que era de certa maneira uma forma compulsória de disseminar livros pouco demandados pelo público. Mas o comentário no final do texto em Revista Bula, me chamou a atenção, porque nunca gostei deste livro e sequer o tirei do plástico que vinha protegendo os volume enviados pelo correio.

    Transcrevo aqui o texto final da crítica compartilhada na Revista Bula: “Queriam que a corrupção moral de Dorian e sua entrega a uma vida de prazeres e sensações, o cinismo sutilmente venenoso de lorde Henry e a paixão gay de Basil Hallward revelassem a alma deformada e criminosa do próprio escritor, ele mesmo uma ameaça cultural. Na verdade, à medida que a grande colcha de cetim púrpura desliza para revelar o semblante da figura medonha ocultada por Dorian, é possível vislumbrar, gradualmente, um mero espelho do seu público leitor”. Observem que o texto traduz a minha repulsa pelo livro, por mais bem escrito que tenha sido e tecnicamente encadernado, nunca irradiou a vibração energética que sintonizasse com a minha vibração. Por isso ele foi para o fundo da prateleira da minha estante e em respeito a natureza por ser uma obra impressa o doei para o presídio lá onde com certeza encontrará muitas fontes de vibrações energéticas com identidade com a obra e pensamento do seu autor.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: